FUGAS MISTERIOSAS

Mais amor

Posted in Amores, Textos by The Little Bird on 6 dezembro, 2008

Baixando a adolescente em mim, hoje. Sim sim estou me sentindo muito só. Sim sim eu quero um amor só para mim. Hoje eu vejo o quanto nós necessitamos de sempre ter amor, mesmo que seja platônico, mas não amar ninguém é horrível.

Amor é fogo que arde sem se ver;Thinking in love
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer;

É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder;

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?

Luís de Camões

Anúncios
Tagged with:

E que seja verdade

Posted in Textos by The Little Bird on 4 outubro, 2008

Eu realmente gosto desse texto, dá uma enorme esperança de que o meu grande amor esteja por aí, jogado às traças talvez. Que todos os homens possam ler isso um dia e levarem a sério. CHEERS!!

O contrato de casamento

Na semana  passada, comemorei  trinta anos de casamento.
Recebemos dezenas de congratulações de nossos amigos, algumas com o seguinte adendo assustador: Coisa rara hoje em dia. De fato, 40% de meus amigos de infância já se separaram, e o filme ainda nem terminou.
Pelo jeito, estamos nos esquecendo da essência do contrato de casamento, que é a promessa de amar o outro para sempre. Muitos casais no altar acreditam que estão prometendo amar um ao outro enquanto o casamento durar. Mas isso não é um contrato. Recentemente, vi um filme em que o mocinho terminava o namoro dizendo vou sempre amar você, como se fosse um prêmio de consolação. Banalizamos a frase mais importante do casamento. Hoje, promete-se amar o cônjuge até o dia em que alguém mais interessante apareça. Eu amarei você para sempre deixou de ser uma promessa social e passou a ser simplesmente uma frase dita para enganar o outro. Contratos, inclusive os de casamento, são realizados justamente porque o futuro é incerto e imprevisível. Antigamente, os casamentos eram feitos aos 20 anos de idade, depois de uns três anos de namoro. A chance de você encontrar sua alma gêmea nesse curto período de pesquisa era de somente 10%, enquanto 90% das mulheres e homens de sua vida você iria conhecer provavelmente já depois de casado.
Estatisticamente, o homem ou a mulher ideal para você aparecerá somente, de fato, depois do casamento, não antes. Isso significa que provavelmente seu verdadeiro amor  estará no grupo que você ainda não conhece, e não no grupinho de cerca de noventa amigos da adolescência, do qual saiu seu par. E aí, o que fazer? Pedir divórcio, separar-se também dos filhos, só porque deu azar? O contrato de casamento foi feito para resolver justamente esse problema. Nunca temos na vida todas as informações necessárias para tomar as decisões corretas. As promessas e os contratos preenchem essa lacuna, preenchem essa incerteza, sem a qual ficaríamos todos paralisados à espera de mais informação. Quando você promete amar alguém para sempre, está prometendo o seguinte: Eu sei que nós dois somos jovens e que vamos viver até os 80 anos de idade. Sei que inexoravelmente encontrarei centenas de mulheres mais bonitas e mais inteligentes que você ao longo de minha vida e que você encontrará dezenas de homens mais bonitos e mais inteligentes que eu. É justamente por isso que prometo amar você para sempre e abrir mão desde já dessas dezenas de oportunidades conjugais que surgirão em meu futuro. Não quero ficar morrendo de ciúme cada vez que você conversar com um homem sensual nem ficar preocupado com o futuro de nosso relacionamento. Nem você vai querer ficar preocupada cada vez que eu conversar com uma mulher provocante. Prometo amar você para sempre, para que possamos nos casar e viver em harmonia.. Homens e mulheres que conheceram alguém melhor e acham agora que cometeram enorme erro quando se casaram com o atual cônjuge esqueceram a premissa básica e o espírito do contrato de casamento. O objetivo do casamento não é escolher o melhor par
possível mundo afora, mas construir o melhor relacionamento possível com quem você prometeu amar para sempre. Um dia, vocês terão filhos e, ao colocá-los na cama, dirão a mesma frase: que irão amá-los para sempre.
Não conheço pais que pensam em trocar os filhos pelos filhos mais comportados do vizinho. Não conheço filho que aceite, de início, a separação  dos  pais  e,  quando  estes  se  separam,  não  sonhe  com  a reconciliação da família. Nem conheço filho que queira trocar os pais por outros melhores. Eles aprendem a conviver com os pais que têm.
Casamento é o compromisso de aprender a resolver as brigas e as rusgas do dia-a-dia de forma construtiva, o que muitos casais não aprendem, e alguns nem tentam aprender. Obviamente, se sua esposa se transformou numa megera ou seu marido num monstro, ou se fizeram propaganda
enganosa, a situação muda. Para aqueles que querem ter vantagem em tudo na vida, talvez a saída seja postergar o casamento até os 80 anos.
Aí, você terá certeza de tudo.

KANITZ, Stephen. Ponto de Vista. VEJA, Rio de Janeiro, 29 set. 2004. p.22. (Texto adaptado)

___
THE LITTLE BIRD

Tagged with: ,

Pessoas comuns me cansam

Posted in Dissabores by The Little Bird on 7 setembro, 2008

Nos meus acontecimentos diários, tenho percebido que andava meio cansada de tudo, acho que descobri o que é. Uma das coisas é que tudo estava muito igual, monótono, tudo muito cinza, e o pior é que é uma mescla de tudo, a paisagem é sempre a mesma, os carros, as cores, o céu e irritantemente AS PESSOAS.

Como é enjoativo você olhar para todos e enxergar os mesmos tipinhos, sempre alguém vendendo sua imagem, ou alguém escondendo o que é, e tem aquele que quer mostrar a todo custo que ele esta ali. Os “personagens” mais corriqueiros que eu tenho encontrado ultimamente são as loiras siliconadas sem cérebro (esse tem em todo lugar), os pseudo-intectuais (te olham como se você fosse burro, mas eles não sabem nada), tem também os revoltados (é só aparecer as eleições que eles surgem) e acho que um dos piores é a falsa moralista (essa adora enrabixar em qualquer coisa que você tenha feito de errado, de qualquer época). Esse último tipinho me dá nos nervos, odeio quando a pessoa adora jogar erros passados na sua cara, apenas para arranjar uma desculpa, culpa ou motivo para alguma coisa do presente. Sim, eu conheço umas!

Sou super pacifista, na minha… mas juro que um dia eu não responderei pelos meus atos, essas chatas (muitas vezes é mulher) adoram arrebitar seu nariz, empinar a bunda e estufar o peito para falar: “eu nunca faria isso” “como você teve coragem” “você fez isso e aquilo”. Qualé, as pessoa que realmente são interessantes são as que assumem seus erros, consertam e ainda riem do quanto babaca ela foi um dia. E você também não precisa ficar repetindo o que está no PASSADO se for pra lembrar, seja pelo menos discretamente sutil.

Bom, mas fica a dica, ser sempre você é melhor do que tentar esconder uma coisa que está óbvia. Por que, não adianta, a gente sempre sabe quando está.

___
THE LITTLE BIRD

Tagged with: , ,

Homem bundão

Posted in Dissabores by The Little Bird on 28 julho, 2008

Isso me faz relembrar meus antigos relacionamentos. Homens. Eles eram tão ridículos. Sem opnião, sem coragem, sem audácia, sem cor, sem sabor, simplesmente homens bundões.

Teve um que me dava preguiça, eu só sabia o que ele falava através de outras pessoas, era muito horrível, e pior, ele ainda falava mal e não falava na cara. Eu sabia de tudo, mas fingia só para ver as suas reações. Eu adoro fazer isso. O pior de tudo era que nem sempre eles respondiam o que você queria ouvir. E as pessoas são muuuuuuito mentirosas (pricipalmente homem) ou não tem coragem de te dizer o que elas querem mesmo. Bom, mas voltando ao tal, ele não era de muita conversa, só sabia rir e beijar. Não conseguia se expressar, nem se comunicar, a coisa que eu me lembro muito bem é dele ter falado que eu não tinha objetivos, não sabia o que eu queria da vida, etc… é claro que eu sabia, ele só não me perguntou poxa! Fiquei P da vida por ele ficar falando coisas que ele não tinha a menor idéia… só que vingança é um prato que se come frio né? Mas depois disso foram várias guerras frias, que depois eu contarei aqui. E no final das contas ele é apenas uma das minhas más recordações.

Existem várias formas que esse tipo de homem pode se expressar, tipo:

  • responder “você que sabe”
  • contar para todos os amigos dele o que ele fez com você sendo que é o que ele realmente queria fazer
  • chegar em você por MSN
  • correr de barata
  • deixar ser humilhado
  • não se arriscar por você (só para variar no relacionamento)
  • não te dar nenhum presente, mesmo no seu aniversário… e você sabendo que ele foi olhar alguma coisa para você e no dia chegar sem nada.
  • não te escrever nada, nem no orkut
  • não te assumir na frente dos amigos
  • etc… amigas vocês devem saber de muitos por aí.

Homens lembrem-se: uma das piores coisas que você pode fazer é não compartilhar suas idéias com a mulher amada e deixar que ela fale até babar. E please, tenham mais atitudes! Porque homem bundão é brochante.

___
THE LITTLE BIRD

Tagged with: , ,

O mundo dá voltas

Posted in O mundo dá voltas by The Little Bird on 22 julho, 2008

Acho que a teoria do – quanto mais a gente pisa, mais eles gostam – está se confirmando cada vez mais. Hoje eu me deparei com um recado de um cara que eu nem estava lembrando mais! Engraçado como os fantasmas aparecem do nada mesmo! RS…

Uns dois anos atrás esse carinha me perseguia, me telefonava todo dia (argh), me seguia no cursinho, me levava em casa depois do cursinho, etc… a maior obsessão, e eu odeio isso, logicamente eu só tratava o carinha mal. Teve um dia que eu falei umas poucas e boas por telefone, porque eu não agüentava toda essa marcação, e eu também odeio insistência demais (claro que insistir, até certo, ponto é bonitinho), cara e ele desligou o telefone na minha cara… eu caía na gargalhada, ligava de novo pra desculpar, e eu xingava de novo, e ele desligava de novo na minha cara.. ai como eu morria de rir… e deu pra perceber que eu não gostava dele, era só diversão mesmo RS.

Até chegar o dia em que eu mandei um e-mail pra ele falando umas coisas horríveis, pra deixar a pessoa pra baixo mesmo, até tentei pedir desculpas (por e-mail, RS) mas ele não respondia, ai liguei o fodas., era muito orgulhosa pra correr atrás de homem, até hoje eu sou um pouco, admito. Até ontem ele nem falava comigo, tanto que eu esqueci que ele existia, e ALAKAZAN ele deixa um recado pra mim. Achei que ele ia me odiar pra sempre… rsrsrsrs.

Viu como homem é? Viu como tem que tratar? E acredite, eu já tentei ser a melhor mulher do mundo… e homem não dá valor! Fiquem espertas!

Ah e eu não fiquei com ele rsrsrs ;).

___
THE LITTLE BIRD

Tagged with: , ,

Um brinde à Vida

Posted in Amores by Ingeniu Dame on 20 julho, 2008

As vezes a gente esquece as coisas que realmente fazem diferença, que realmente são importantes. Hoje eu percebi que o simples fato de estar sentado com seus amigos vendo um filme ou um seriado é muuuuuito gostoso! A felicidade se encontra nas coisas mais simples da vida… Na verdade se encontra em um panelão de brigadeiro. Meu Deus, como amo meus amigos, e como gostaria de tê-los perto de mim para sempre… A amizade é o amor mais puro e mais forte do mundo, a verdadeira amizade é o maior dos tesouros!

Pois é… Mas tem amigos que não o são tão bem… Há uma menina, em minha sala que terminou um namoro de muito tempo, e agora passa a vida a “mascar” os caras.. Aff… Eu odeiiiio esse tipo de mulher. Sabe qual?? Aquela que ama ver os homens aos seus pés e não ficam com nenhum… Só na prateleira.. Aff… E sabe o que é o pior?? Ela muda de personalidade sempre que está próxima ao sexo oposto… Eu acho que nós mulheres devemos ser amadas pelo que somos e não por uma personagem que inventamos. Pois é… Vivendo e crescendo..

See you….

Soon

Tagged with:

Paixões

Posted in Paixões by The Little Bird on 18 julho, 2008

Eu tenho problema! Muitos por sinal, rs. Sempre me apaixono, quase sempre. Por vááááários homens… calma queridos, não sou galinha… É que para cada época eu tenho algum que se destaca. Mas ultimamente eu tenho saído tão pouco que consequentemente minha rede de amizades masculinas está praticamente 0%… e isso também nem é tão horrível assim, vocês sabem, caras de baladas são toooooooodos TOSCOS! Acho que eu ainda não levei um baque que me faça parar de imaginar meu príncipe e seu cavalo branco ¬¬.

Então, esses dias eu conheci um cara, mas sem aquelas pretensões pelo qual te levam a se aproximar de alguém. Não foi algo por livre e espontânea vontade, foi mais ou menos “marcado na agenda”. Pelo amor de deus eu não fui procurar aconselhamento amoroso, com eu disse, não tinha nada a ver com amores e essas coisas. (Eu sei que tá bem vago, mas vocês entenderão). E eu acho que foi isso que me fez ficar encantada, tipo, sem obrigações, sem cantadas forçadas, sem joguinhos toscos, sem melação, enfim, sem segundas intenções. Foi algo ocasional.

Nossa acho que me redescobri agora… tem tempos que eu me pergunto o que eu tanto procuro (“But I still haven’t found… what I’m looking for“) rs… Yeeeeeeeeeeeeih !

Bom, mas como eu sempre sou uma tartaruga em “relacionamentos” nada aconteceu… NOTHING… just in my mind! =( Fico sonhando acordada imaginando cenas, minhas falas, o que poderia acontecer, fim de semana na praia, viagens e por aí vai… Mas quando chega na hora a gente faz tudo ao contrário! Essa é a grande frustração da minha vida! Acho que eu fico saboreando demais meus sonhos, porque tudo é perfeito mesmo né?! Eu acabo me esquecendo das outras coisas… tipo a vida real, rs… Acho que não há mal nenhum nisso, até o ponto em que eu me encontro agora, no qual você vive mais na sua cabeça do que fora dela. Eu juro que estou tentando mudar rssss.

Bem, eu falei falei e num falei nada. Depois desse confuso post eu conto mais sobre ele, o carinha, (suspeitamente falando) é tão fofinho!

___
THE LITTLE BIRD

Tagged with: ,